A área de Compras deve ter um código de ética?

Sim, ter um código de ética dentro da área de compras da instituição de saúde é fundamentalmente indispensável, o compliance entre áreas externas e internas, mantendo vínculo de inovação com os novos modelos de planejamentos, com certeza, proporcionará bons efeitos.

Moralmente as instituições esperam que seus colaboradores ao prestarem seus serviços cumpram a lei, tendo postura, firmeza e estabeleçam da forma mais simples possível os códigos de ética. Para facilitar tal compreensão, selecionamos alguns pontos importantes para a efetivação desta:

  1. Conhecimento das propostas, identificação e esclarecimentos das decisões tomadas em conjunto com as empresas que participam do processo comercial.
  2. Ao eleger fornecedores, comunique toda a equipe envolvida no procedimento.
  3. Aprove um consenso sobre as regras claras da instituição.
  4. Atualize-se no mercado, busque sempre o esclarecimento na prestação de serviços e no apontamento de dados, como: entrega- custo- qualidade de todos os produtos e serviços fornecidos.
  5. Quanto mais regras e organização seu negócio tiver, muito mais chances de desenvolvimento e reconhecimento ele terá.

Conduzir as empresas à adesão de princípios que desrespeitem aos seus colaboradores, parceiros e aos demais âmbitos de aquisições é definir melhorias e segurança em todas as demandas e processamentos. Trabalhar com essas diretrizes éticas, evita desvios, possíveis subornos e desvantagens na tomada de decisões corretas no relacionamento de comprador X fornecedor.

 

 

 


Deixe Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *